Jornal Goiás Em Foco - O Jornal Digital de Goiás

A evolução do jornalismo digital

O jornalismo digital ganha notoriedade no Brasil.

Desde 1989, ano de criação oficial da Web, com a forma que conhecemos atualmente, passando por 1995, ano que marcou a efetiva entrada dos jornais brasileiros no ciberespaço (inicialmente com o Jornal do Brasil, do Rio de Janeiro). E chegando a 2005, a Internet vem se caracterizando como uma evolução da comunicação humana que aglutina os veículos de comunicação de massa e exige uma transformação no modo de percepção do profissional de jornalismo.

O surgimento e a difusão da Internet como meio para a veiculação de informações trouxe para o jornalismo (em suas várias formas, como impresso, televisado e irradiado). uma nova possibilidade.

Apesar de possuir a mesma essência dos meios de comunicação tradicionais (Tv, Rádio e Impresso), o Webjornalismo tem se consolidado e ganhado um público cada vez maior, devido à algumas características bem específicas:

- Instantaneidade: você pode acompanhar o fato em tempo real;

- Interação: o usuário pode expressar sua opinião através de comentários na página;

- Multimidialidade: agrega texto, aúdio, vídeo e animações em uma mesma página, tudo pode ser bastante explorado;

- Hipertextualidade: No decorrer do texto, o autor geralmente insere hipertextos, ferramenta que direciona a uma página mais detalhada sobre o assunto, caso o usuário tenha a necessidade de se aprofundar.

Em sua fase inicial, a transposição foi feita simplesmente como forma a demarcar um espaço dos veículos na World Wide Web.

Após o impacto inicial, ficou claro que seria necessário adequar o formato do noticiário para satisfazer o usuário da Internet.

Mas como a notícia para o espaço da Web deveria ser?

Este processo começou há aproximadamente 15 anos.

No caso específico dos jornais impressos, a implantação de departamentos exclusivos para produzir ou adequar a notícia para o meio Internet se tornou realidade.

Mesmo assim, definir o padrão mais adequado a ser usado para todos os elementos fundamentais a outros veículos em um só espaço ainda se apresenta como um conjunto de possibilidades.

Entretanto, o processo está em curso e no momento há várias experimentações em utilização, ainda que nem sempre de modo e/ou sistematizado no jornalismo digital.

Os conceitos se estabelecem com as seguintes categorias para o jornalismo na Internet dentro de um esquema em que os anteriores estão contidos na seguinte definição:

Webjornalismo diz respeito à utilização de uma parte específica da Internet para o jornalismo, que é a Web;

Jornalismo on-line é desenvolvido utilizando tecnologias de transmissão de dados em rede e em tempo real, o e-mail, por exemplo;

Ciberjornalismo envolve tecnologias que utilizam o ciberespaço; jornalismo digital ou jornalismo multimídia é o que emprega tecnologia digital, todo e qualquer procedimento jornalístico que implica no tratamento de dados em forma de bits e jornalismo eletrônico que se utiliza de equipamentos e recursos eletrônicos.

Assim como nos demais meios de comunicação, checagem e apuração cuidadosa são palavras-chave no Webjornalismo, o problema é que na correria do dia a dia, e na busca pelo furo jornalístico, muitos profissionais acabam atropelando estes fases e cometendo erros mais absurdos.

É visível que o uso do advento digital está no início, as possibilidades de melhorias e aprofundamento são inimagináveis, o futuro é online e para ser promissor basta fazer o uso adequado e consciente desta ferramenta tão importante que é a web

 

Fonte

Edmundo Paschoal
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

A evolução do jornalismo digital

Edmundo Paschoal

Desde 1989, ano de criação oficial da Web, com a forma que conhecemos atualmente, passando por 1995, ano que marcou a efetiva entrada dos jornais brasileiros no ciberespaço (inicialmente com o Jornal do Brasil, do Rio de Janeiro). E chegando a 2005, a Internet vem se caracterizando como uma evolução da comunicação humana que aglutina os veículos de comunicação de massa e exige uma transformação no modo de percepção do profissional de jornalismo.

O surgimento e a difusão da Internet como meio para a veiculação de informações trouxe para o jornalismo (em suas várias formas, como impresso, televisado e irradiado). uma nova possibilidade.

Apesar de possuir a mesma essência dos meios de comunicação tradicionais (Tv, Rádio e Impresso), o Webjornalismo tem se consolidado e ganhado um público cada vez maior, devido à algumas características bem específicas:

- Instantaneidade: você pode acompanhar o fato em tempo real;

- Interação: o usuário pode expressar sua opinião através de comentários na página;

- Multimidialidade: agrega texto, aúdio, vídeo e animações em uma mesma página, tudo pode ser bastante explorado;

- Hipertextualidade: No decorrer do texto, o autor geralmente insere hipertextos, ferramenta que direciona a uma página mais detalhada sobre o assunto, caso o usuário tenha a necessidade de se aprofundar.

Em sua fase inicial, a transposição foi feita simplesmente como forma a demarcar um espaço dos veículos na World Wide Web.

Após o impacto inicial, ficou claro que seria necessário adequar o formato do noticiário para satisfazer o usuário da Internet.

Mas como a notícia para o espaço da Web deveria ser?

Este processo começou há aproximadamente 15 anos.

No caso específico dos jornais impressos, a implantação de departamentos exclusivos para produzir ou adequar a notícia para o meio Internet se tornou realidade.

Mesmo assim, definir o padrão mais adequado a ser usado para todos os elementos fundamentais a outros veículos em um só espaço ainda se apresenta como um conjunto de possibilidades.

Entretanto, o processo está em curso e no momento há várias experimentações em utilização, ainda que nem sempre de modo e/ou sistematizado no jornalismo digital.

Os conceitos se estabelecem com as seguintes categorias para o jornalismo na Internet dentro de um esquema em que os anteriores estão contidos na seguinte definição:

Webjornalismo diz respeito à utilização de uma parte específica da Internet para o jornalismo, que é a Web;

Jornalismo on-line é desenvolvido utilizando tecnologias de transmissão de dados em rede e em tempo real, o e-mail, por exemplo;

Ciberjornalismo envolve tecnologias que utilizam o ciberespaço; jornalismo digital ou jornalismo multimídia é o que emprega tecnologia digital, todo e qualquer procedimento jornalístico que implica no tratamento de dados em forma de bits e jornalismo eletrônico que se utiliza de equipamentos e recursos eletrônicos.

Assim como nos demais meios de comunicação, checagem e apuração cuidadosa são palavras-chave no Webjornalismo, o problema é que na correria do dia a dia, e na busca pelo furo jornalístico, muitos profissionais acabam atropelando estes fases e cometendo erros mais absurdos.

É visível que o uso do advento digital está no início, as possibilidades de melhorias e aprofundamento são inimagináveis, o futuro é online e para ser promissor basta fazer o uso adequado e consciente desta ferramenta tão importante que é a web

 

Veja também

sample52
Prefeitura de Trindade
Prefeitura de Trindade

Prefeitura de Trindade entrega benefícios para a secretaria de saúde

sample52
Prefeitura de Hidrolândia
Prefeitura de Hidrolândia

Processo Seletivo Simplificado - 001/2019

sample52
Prefeitura de Senador Canedo
Prefeitura de Senador Canedo

Ação concentrada pretende zerar fila de espera para cirurgias de catarata

sample52
Jornal Goias em Foco
Jornal Goias em Foco

Serviço de Utilidade Pública

Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )